Perguntas Frequentes

Promover a justiça social segundo o conceito judaico da TSEDAKÁ. Desde os primórdios, sempre trabalhamos no sentido de privilegiar, em especial, o idoso com a saúde comprometida e os menos favorecidos.

Em 1923, um grupo de senhoras fundou a Sociedade Beneficente das Damas Israelitas do Rio de Janeiro – Froien Farain, uma das mais tradicionais instituições judaicas e célula-mater de várias entidades filantrópicas vinculadas à comunidade judaica. De início, elas prestaram assistência aos imigrantes oriundos da Europa, ajudando-os a encontrar moradia e trabalho, fornecendo alimentos, roupas e medicamentos.

O Froien Farain presta serviços assistenciais de apoio a pessoas carentes, mantém uma Casa Geriátrica (Instituição de Longa Permanência para Idosos) e um Setor de Recuperação para internação temporária (pós-cirurgia, viagem de familiares etc). Participa, ainda, do Comitê de Assistência aos Necessitados (CAN), em parceria com outras entidades da comunidade judaica.

Sim, somos uma entidade muito respeitada na sociedade, pela fibra ética e à prestação de assistência aos carentes, em especial aos idosos fragilizados. Tecnicamente, o reconhecimento é demonstrado pela concessão dos certificados de utilidade pública em nível municipal, estadual e federal, além do registro na ANVISA e no CEBAS.

Na área da saúde, nossa equipe é composta por médicos (geriatra e psiquiatra), nutricionista, assistente social, fonoaudiólogo, psicólogo, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, arteterapeuta, musicoterapeuta, enfermeiras, técnicos de enfermagem e cuidadoras. A eles, junta-se a equipe de apoio gerencial, administrativo, financeiro e de logística (limpeza, cozinha, lavanderia, estoques, recepção), totalizando mais de 70 funcionários, além dos membros da diretoria e da equipe de voluntários. Em resumo, são quase cem profissionais dedicados à causa do próximo.

Através das contribuições dos associados, da renda de eventos beneficentes, das vendas do bazar, de doações pontuais e das campanhas de financiamento coletivo.

Sim, não há restrição associativa. As contribuições podem ser quitadas na periodicidade escolhida pelo associado: mensal, trimestral, semestral ou anual, sob a forma de boleto ou cartão de crédito.

Distribuímos o informativo quinzenal "Froien Farain com Você" (enviado para mais de 1.500 endereços cadastrados, e com versão impressa a cada quadrimestre); mantemos uma página institucional no Facebook, além do envio de malas diretas e deste site na internet e canais nas redes sociais Twitter e Instagram (@Instafroien).

Ser maior de 18 anos; Ter disponibilidade de três (ou mais) horas semanais; Ser pontual e responsável em relação ao cumprimento de tarefas; Sentir empatia com a causa dos idosos e valorizar o trabalho assistencial desenvolvido pela entidade; Aceitar as normas e seguir as orientações institucionais; Ter espírito cooperativo e boa capacidade de relacionamento interpessoal.

Eis alguns exemplos: - Participar das campanhas de captação e divulgação, contatando pessoas por telefone; - Participar do planejamento e execução de eventos internos: programação, divulgação, convites, apoio durante o evento, agradecimentos; - Participar do planejamento e execução de eventos externos: identificar possíveis eventos, fazer contatos com entidades e pessoas das áreas culturais e de entretenimento, vender ingressos, providenciar apoio logístico, ajudar nos controles administrativos; - Atuar na área administrativa: conferir/selecionar/arquivar documentos, inventariar bens, supervisionar estoques, conferir rouparia; - Atuar no Bazar: receber e conferir doações, separar produtos para uso interno dos residentes e para a venda, fixar preços, controlar estoque, efetuar vendas; - Entreter os idosos: conversar, ler, cantar etc.; - Atuar na cozinha e no refeitório: colaborar com a nutricionista com sugestões para o cardápio, acompanhar a preparação das refeições, preparar o refeitório, estar presente durante as refeições.

Não. A exigência básica é de três horas semanais, em horário a ser combinado; se o voluntário puder e quiser oferecer mais horas, será muito bem-vindo.

Sim, se o seu trabalho for enquadrado na categoria de Voluntário Não-Presencial, composta por profissionais liberais - engenheiros, advogados, contadores, médicos, etc. - que se dispõem a atender às nossas necessidades sob demanda.

Sim. Conforme exige a lei, será formalizado um contrato de prestação de serviço voluntário entre você e a entidade.

Sim, basta solicitar o documento à Diretora de Voluntariado. É importante ressaltar que o trabalho voluntário é cada vez mais valorizado pelas empresas, o que faz desse atestado algo ainda mais interessante para constar do seu curriculum.

O serviço voluntário não é remunerado nem gera vínculo empregatício. Mas, após a sua primeira experiência como voluntário, você se sentirá muito feliz e valorizado, provavelmente mais do que se recebesse remuneração!

Sim. É importante que você conheça a nossa história e contexto, até mesmo para selecionar com mais conhecimento a área em que gostaria de atuar.

Entre em contato com a nossa Diretora de Voluntariado, Fari Nigri, pelo e-mail dir_voluntariado@froienfarain.org.br.

Envie um e-mail para gestao@froienfarain.org.br e teremos satisfação em responder às suas indagações.