Desabilitar Preloader

Notícias

Receba Novidades

Dia Nacional da Imigração Judaica

2022-03-18

Artigos

Por Sarita Schaffel

No dia 18 de março celebramos o Dia Nacional da Imigração Judaica no Brasil, que se constituiu numa iniciativa do Deputado Federal Marcelo Itagiba, em 2008, num reconhecimento da contribuição dos judeus na formação da cultura brasileira.

Valorizar os refugiados do passado é refletir sobre os exilados do presente, ainda mais nesse tempo em que há um deslocamento maciço da população ucraniana, vítima do expansionismo russo. Nesse contexto, há que se ressaltar a importância das entidades voluntárias no apoio ao imigrante, como o Froien Farain que, há quase um século, atuou na chegada de judeus fugidos da perseguição nazista na Europa do século XX.

Em busca de uma nova vida, as pessoas desembarcavam sem dominar o português, trazendo a sua vida em uma mala. Eram logo acolhidas pelas ativistas do FROIEN FARAIN, a primeira instituição assistencialista judaica do Rio de Janeiro, criada, oficialmente, em 1923, representando um porto seguro para a preservação dos direitos humanos dos fugitivos do nazismo.

Ao relembrar o Dia Nacional da Imigração Judaica, reconhecemos como a ajuda humanitária pode ter sido frutífera não só para os assistidos recém-chegados, como para toda a sociedade, que os adotou. A contribuição do legado desses imigrantes ainda se reflete nas ciências, nas artes, na política e no empreendedorismo do Brasil.

Ter participado ativamente na luta dos imigrantes contra a exclusão, a segregação e a xenofobia, geradas pelo antissemitismo, é o diferencial na história do Froien Farain.